sábado, 14 de fevereiro de 2009

trancado por dentro

ainda acompanho, ocasionalmente vejo na verdade, os filmes do wim wenders. mais por respeito, ou esperança, que por qualquer outra coisa. e sinceramente, com exceção do buena vista social club (1999), o sujeito não faz nada decente desde o lindíssimo asas do desejo (1987). será que foi o canto de cisne alemão dele? tem mais de 20 anos, catso! de qualquer forma, o cineasta gaúcho gustavo spolidoro (ainda orangotangos, que infelizmente ainda não vi) pegou wenders em um quarto de hotel em porto alegre e, com todo respeito, fez um video. de volta ao quarto 666 (2008) é um diálogo-homenagem com quarto 666 (1982), video bacana que wenders fez durante um festival de cannes, no qual chamou cineastas de vários lugares do mundo (fassbinder, ana carolina, spielberg, antonioni, herzog, godard, paul morrissey, etc.) pra falar sobre o futuro do cinema. em porto alegre, é wenders que fala, e as imagens e fantasmas de 1982 surgem aqui e ali.

De Volta ao Quarto 666 from Fronteiras do Pensamento on Vimeo.

belo trabalho do spolidoro e, principalmente, lindas as fusões de imagens do passado com as do presente. mas, vamufalá, o wenders é chato, heim? o antonioni matando o futuro a pau e ele no blábláblá. tem umas coisas interessantes ("não é só a câmera que mente, as janelas mentem também", é ótimo), mas... falo isso mais pelos últimos 20 anos dele, e nem tanto pelo que diz no video, mas wenders e seu discurso me lembram aquelas imagens-chavão da década de 1980, tipo um saxofonista mandando ver de silhueta numa varanda de cidade grande, saca?

ah, o 'lemão tava na cidade participando do evento "fronteiras do pensamento" e vi esse video lá no bruno.

2 comentários:

Anônimo disse...

Aprendi muito

dafne sampaio disse...

que ótimo. mas cê leu todo o blog? jura? conta mais.